Falta de vistoria e de prevenção é fogo

Cuidados simples podem reduzir riscos de incêndio em edifícios e devem ser
seguidos por todos os condôminos para evitar e prevenir acidentes graves

Todo incêndio começa com uma pequena fagulha ou uma simples chama que podem ser evitadas se condomínios e condôminos estiverem conscientes das normas de prevenção. Cuidados simples podem reduzir os riscos, principalmente em edifícios residenciais e comerciais que não disponham de brigadas contra incêndio. Extintores, mangueiras, sprinklers, precisam de manutenção periódica. Lembra o Corpo de Bombeiros que os moradores devem conhecer bem o prédio para saber onde ficam as saídas de emergência

A vida moderna utiliza cada vez mais aparelhos eletro-eletrônicos. Se estiverem em mau estado, esses equipamentos podem provocar curtos-circuitos e causar incêndios. O vazamento de gás de cozinha também é uma das causas. Um roteiro de segurança para prevenir e evitar acidentes deve ser seguido por todos os condôminos de um prédio. Cuidados simples podem reduzir os riscos, principalmente em edifícios residenciais e comerciais que não dispõem de brigadas contra incêndio.

Extintores, mangueiras, sprinklers, precisam de manutenção periódica para ser utilizado no combate a um incêndio. Segundo orientação do Corpo de Bombeiros, é importante que os moradores conheçam bem o prédio em que moram para saber onde ficam as saídas de emergência. Nessa hora, o elevador nunca deve ser usado. Fugir para coberturas, terraços ou telhados é desaconselhável. O melhor é descer pelas escadas.

O fundamental é manter a calma. Acione primeiro o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193 antes de tentar apagar o fogo. Em caso de incêndio, os elevadores e centrais de energia devem ser desativados imediatamente. O síndico ou o porteiro devem chamar os elevadores ao térreo e desligá-los.

Em muitos prédios, principalmente os mais antigos, as irregularidades mais comuns são extintores com prazo de validade vencido, mangueiras furadas, falta de saída de emergência adequadas. Para evitar e prevenir incêndios em condomínios, o primeiro passo é fazer a manutenção do equipamento. Extintores, mangueiras e sistemas de sprinkler devem ser vistoriados periodicamente, de acordo com a orientação dos fabricantes. Este serviço deve ser feito por firmas registradas no Inmetro e credenciadas pelo Corpo de Bombeiros.

Evitar guardar entulhos, móveis velhos e bicicletas na escada e saídas de emergência também evita que, na hora do pânico, haja obstáculos para a fuga dos moradores. O síndico deve fiscalizar o funcionamento da central de gás e aquecedores, bem como as instalações elétricas inadequadas em seu prédio, orientando os condôminos.

Facebooktwittergoogle_plus
Conteúdo: Nota Bene Editora | Designed by HospedaNit.
CLOSE
CLOSE