Conta de luz aumenta 9,72%, a partir de 15/03, para condomínios

A concessionária de energia elétrica Enel vai reajustar as contas de luz de condomínios e consumidores residenciais em 9,72% a partir de sexta-feira (15/03). Para os consumidores industriais atendidos em alta tensão o reajuste será de 9,65% nas suas tarifas. As altas são maiores que a inflação. No acumulado de 12 meses até fevereiro, o índice oficial é de 3,89%.

O aumento foi aprovado nesta terça (12/03) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que não levou em consideração as queixas dos consumidores quanto à qualidade do serviço prestado pela empresa italiana nos 66 municípios fluminenses em que tem a concessão do serviço de distribuição de energia elétrica para 2,6 milhões de unidades consumidoras.

Segundo a Aneel, “o índice de reajuste da Enel foi impactado pelos valores de aquisição de energia, com destaque para o aumento da energia de Itaipu, valorada em dólar, e pela compensação dos valores de aquisição de energia não considerados no valor médio concedido na tarifa (CVA Energia) definida no último processo tarifário”.

Também pesou na tarifa o índice de 19,80% para perdas não técnicas (os furtos de energia, ou gatos). A Aneel considerou este percentual como o índice de furtos considerado aceitável a ser pago pelos consumidores adimplentes. Somente a partir deste percentual é que a empresa assume a perda. A Enel alega que não consegue entrar em áreas de risco para fazer reparos e evitar o furto de energia.

Facebooktwittergoogle_plus
Conteúdo: Nota Bene Editora | Designed by HospedaNit.
CLOSE
CLOSE