Conta de luz aumenta 4,63% para condomínios de Niterói e São Gonçalo

A conta de luz da Enel vai aumentar 4,63% para consumidores residenciais e até 10,38% para indústrias e grandes consumidores. O reajuste entrará em vigor no dia 15 de março, segundo aprovou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Os fatores que mais impactaram o reajuste tarifário foram, segundo a Aneel, o custo de compra de energia da usina de Itaipu pago à Eletrobras, em função da taxa de câmbio (variação do dólar), que foi de 25%, contribuindo na elevação das tarifas finais dos consumidores em 2,4%. Já os custos de transporte de energia das empresas de transmissão até a distribuidora aumentaram 57%, o que impactou a tarifa dos consumidores em 5,7%.

Devido aos impactos causados pela pandemia de Covid-19, a Aneel criou em 2020 a Conta Covid para diluir o reajuste nas tarifas de energia para o consumidor, dar liquidez financeira às distribuidoras e garantir 100% da receita das empresas de geração e de transmissão de energia no País. Isso estaria proporcionando uma redução do custo líquido de 9% neste momento, ressaltou a Aneel.

Notícias Relacionadas:

Facebooktwittergoogle_plus
Conteúdo: Nota Bene Editora | Designed by HospedaNit.